quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

O AMIGO: UM SER QUE A VIDA NÃO EXPLICA





Sobre dor e medo, angústia e tristeza...é quase a base do que escrevi até então neste blog, contei muitas alegrias também, inventei histórias e coloquei letras de músicas que sempre me disseram alguma coisa, independente do tempo, pois este passa literalamente sobre nossas cabeças. Mas não é disso que falo hoje, quero falar de amizade, outro tema sempre exposto neste blog. Há muito deixei de confiar nas pessoas, depois de muita decepção, mas não somos seres sós (exceto eu), e precisamos do próximo, justamente onde está o problema...gostaria de escrever um post positivo, não positivista ou Lair Ribeiro, mas algo bom, que alevasse a alma, que fizesse sorrir, sem ser piada.
No dia 23, recebi uma ligação, cuja voz me era conhecida, mas de muito tempo atrás, mas quando ouvi       a risada, logo identifiquei, era um ex-colega da faculdade que virou meu amigo muito amado, mas o tempo, sempre ele, se encarregou de nos afastar. É culpar alguém, neste caso culpo o tempo, o que na verdade era minha antiga maneira de viver, de fechar os olhos e virar as costas, sem esperar um explicação. A paranóia quase arruinou minha vida...com isso me afastei de muitas, mas muitas pessoas amigas, algumas não tive coragem de procurar, como este (bom, não vou dizer o nome dele pois ele ameaçou me processar se tivesse alguma história não boa dele rsrsrsrs...).
Quanta retórica para dizer que não se deve deixar para amanhã, devemos agir agora, senão    não haverá mais tempo, ou talvez seja tarde demais, pois neste tempo afastado desse amigo, ele ficou muito doente, mas graças a Deus está bem, e eu me senti muito mal, ou sei lá o que senti, pois seria muito triste se algo muito ruím acontecesse, não me perdoaria nunca..não existe nada maior, melhor ou belo que a amizade, por isso respeito muito meus seguidores, as pessoa que  aqui comentam, são meus amigos, e como disse a Anaís,  às vezes são mais importantes do aqueles que estão em nosso lado.
Graças a Deus tenho muitos amigos espalhados por aí, o que preciso é procurar, ligar como este amigo fez, então se percebe que o tempo não existiu, e que a amizade é maior que tudo.

Soneto do amigo

Enfim, depois de tanto erro passado
Tantas retaliações, tanto perigo
Eis que ressurge noutro o velho amigo
Nunca perdido, sempre reencontrado.

É bom sentá-lo novamente ao lado
Com olhos que contêm o olhar antigo
Sempre comigo um pouco atribulado
E como sempre singular comigo.

Um bicho igual a mim, simples e humano
Sabendo se mover e comover
E a disfarçar com o meu próprio engano.

O amigo: um ser que a vida não explica
Que só se vai ao ver outro nascer
E o espelho de minha alma multiplica...
Vinicius de Moraes

dedico este post a este amigo, aos amigos que me seguem, aos amigos que comentam, aos amigos que me aturam ao vivo, aos amigos que tanto amo...

ps. a figura acima é uma homenagem a este amigo que se intitulava Presuntinho Fonseca, bom eu poderia ser o cão ao lado, mas é uma cã.

8 comentários:

  1. Um beijo e um grande abraço meu amigo...

    ResponderExcluir
  2. Que saudade Gheni, muito feliz com tua visita, espero que esteja tudo benm contigo e tua familia...um sempre imenso abraço.

    ResponderExcluir
  3. Amigo Jair...
    Não tenho palavras para as palavras que me deixou no meu cantinho. Já o conheço há algum tempo... padecemos de certos "males" comuns, que tentamos emendar constantemente. Mas belas palavras as suas hoje. Um amigo tudo suporta do nosso lado menos bom. Amigo que é amigo não nos julga, mas tenta dar apoio e levar-nos na direcção acertada... Amigo que é amigo nos puxa para cima, e nos indica a verdadeira matéria da vida, os bons sentimentos, as boas perspectivas, o lado que nos faz sentir realizados e felizes, connosco e com os outros...
    Obrigada por todo o apoio, palavras amigas e pela presença.
    É tão bom sentir palavras além-fronteiras que confortam... muito obrigada...

    Beijinhos e muitos, muitos sorrisos... :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Dark Angel, existe um mar que nos separa, mas existem bons sentimentos e palavras que nos colocam em caminhos parecidos. Tanto tenho a aprender com a amizade, e estou, este post é um divisor de águas para mim, estive perdido muito tempo dentro do meu casulo, por opção, por vergonha, medo e todas estas coisas não boas que nos impedem de viver a vida como se deve...mas a amizade verdadeira é algo que não se desfaz gratuitamente. E tens razão, amigo que é amigo não nos julga, nos apóia, nos quer o bem. Sempre fico muito feliz com tua visita e teus sorrisos, pois me alimento disso, de palavras, de sonhos e de boas amizades como a tua. Confesso estar num momento belo adormecido, passei o final de semana dormindo, literalmente, e sem barbitúricos...já me disseram, que dormir demais é fuga, e este final de semana não queria ver ninguém, nem falar, nem existir, mas como gosto muito de viver (embora a morte me persiga, viver é bom demais). Então acordei hoje para o trabalho (meu único conforto) e entro no blog, e tuas palavras me jogaram para cima, está quente, muito quente por aqui, mas será um ótimo dia, uma ótima semana, uma ótima vida. Obrigado querida amiga Dark Angel, amigos assim ´e que fazem a vida ficar mais colorida, mais apetitosa. Meu sempre imenso abraço

      Excluir
  4. Jair, Jair, los amigos son una especie de familia, pero...¿qué nos une a ellos? No lo sé...No hay lazos de sangre, a veces hay separaciones largas, pero siempre queda "algo", una complicidad, una simpatía, una unión especial, un sentimiento difícil de explicar, que te une a una persona determinada. Soy muy afortunada y puedo decir que mantengo dos amigas de la infancia! Y créeme, hace ya mucho tiempo de eso...!! :-$
    Un siempre inmenso abrazo, AMIGO MÍO, sin explicaciones.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mercedes, Mercedes também não sei o que une os amigos nesta relação, família, bem o dizes. Só sei que a sintonia do riso, a cumplicidade que não se tem com amantes e nem pais, é algo realmente maior...e se dá por caminhos não tão comuns ou fáceis, mas há o reconhecimento e a troca e as felizes coisas comuns, ou não tão felizes às vezes, mas algo que nos faz lembrar da pessoa ou o que ela nos trás. Assim é meu respeito e meu bem querer por ti Mercedes, Mercedes. Perdoa-me a ausência, mas sabes (ainda não deu...). Quando estou conectado na net, é como um portal que posso 'ver' meus amigos e trocar e compartilhar, pois a distância nos separa e a palavra nos une, e sem explicação temos um elo, que alegra meu coração e meus sentidos. Ès afortunada mesmo pois amizade é sagrada também e manter estes elos é difícil, mas não impossível. Tenho muito que aprender e praticar nesta seára da amizade, pois algo dentro de mim esta em constante fuga.
      Graças ao Bom Deus, que me presenteia sempre com o que há de melhor, e tua amizade (real?virtual?), não importa; eu sinto, eu sei, eu conheço tuas histórias e quero conhecer muitas mais.
      Mercedes, Mercedes tou de férias e tou com meus pais (eta coisa boa) e fatalmente diminui minha entradas na net, mas logo retomarei.
      Querida Amiga meu sempre imenso abraço.

      Excluir
  5. Também gosto de citar músicas. Simplesmente falam por mim.

    Adoro o filme da imagem deste post. hahaha

    ResponderExcluir
  6. Minha querida Juh, relendo meus post passads te encontro, SAUDADE SEMPRE, foi muito bom te conhecer...eu sei, no teu blog tem letras de músicas, sou teu seguidor...te espero ainda para o almoço, continuo almoçando 11:30. Te aguardo. Carinho respeito saudade.

    ResponderExcluir