terça-feira, 10 de janeiro de 2017

NO FUNDO DOS OLHOS


              Resultado de imagem para O TEMPO

                Demorei para perceber que não havia mais nada a ser dito, apenas semear as sementes de melão e esperar pela fruta. Haverá um tempo, entre a semeadura e a colheita. O tempo da espera e o tempo da fome. As loucas palavras que deixaram de ser ditas, os olhos que olhavam no fundo dos olhos do outro, que calava-se. Um abismo de silêncios nos manteve afastados, mesmo quando ainda estávamos juntos, e já nos perdíamos...nossos passos para lados opostos, nosso destino sendo traçado e dizendo que não haverá união nem final feliz. Tropeços e quedas e ódios e vazios. A náusea impediu o beijo da morte ou de amor (mas o amor não existe, nunca existiu) . Será ? Sempre negaremos, tudo não passou de um acidente temporal. O tempo gozando de nossa cara, criando expectativas e entregando ilusões.

               Gostamos de nos iludir, ficar de fora e não se comprometer. Também gostamos de furar fila, entrar antes do outros e somos por demais invejosos. Subornamos e somos subornados, em nome de mais conforto, esquecendo-se do mal provocado para si e os outros tantos milhões de brasileiros, abandonados a própria sorte (ou seria azar?).

               O corpo virou moeda de troca e interesses e desumanidade e, assim, perdemos nossas filhas para o mundo e nossos filhos aumentando cada vez mais a caótica vida carcerária neste país; onde quem entra ou se aperfeiçoa no crime ou é morto (em menos de 15 dias quase cem mortos nos presídios do norte). As cidades brasileiras nunca viveram um

período tão perigoso, tanto na rua como dentro de nossas casas, não temos mais segurança, e contamos com a sorte, ou Deus, que estará sempre de braços abertos para

nós, ou não.

               Enquanto o mundo se destrói, tento respirar e ficar quieto nesta minha ilha de isolamento e solidão. Por vezes penso não suportar tudo isso ou meu nada ou a falta de teu olhar, que não olhava o fundo dos meus olhos, então me calei.

9 comentários:

  1. Talvez esse isolamento no ensine a ser gente mais humana e menos egoista.Estamos mesmo caminhando pro caos se nada for feito.

    ResponderExcluir
  2. E não são os outros os culpados. Somos nós que não queremos ter trabalho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Criatura de Deus breisonmattos, não leve tão a sério o que lêS neste blog, meu diário eletrônico público, poderia dar o título de "Entregando ilusões", o que poderia ou não alterar o sentido do escrito, de meus exercícios terapêuticos, de minha luta da mente com o coração e o cérebro, que tem de escrever o post, enfim, tou tentando te dizer, quase tudo que se encontra escrito neste blog, não é verdadeiro, ou talvez alguma coisa, ou inverto a realidade que me cerca, ou não...escrever é a forma que encontrei forma de me sentir melhor. E eras isso ser que me causa medo e ao mesmo tempo, por vezes é de uma lucidez cruel e cortante, mas obrigado postar por aqui, deveria eu me preocupar com isso? rsrs. Carinho respeirto e abraço.

      Excluir
  3. Olá, Jair.
    Sem dúvidas, é muito triste a realidade na qual estamos inseridos- difícil conservar a fé em dias melhores quando tudo parece perdido. Mas é necessário! ;)

    Beijos, meu querido.
    Blog: *** Caos ***

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado bela Helena, mas nós resistimos e estamos aqui em 2017...tenho fé, senão não estaria aqui, hoje, com fome e sede de viver. Carinho respeito e abraço.

      Excluir
  4. Por vezes faz bem calar-se! Gostei de te ver novamente! abração praiano,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chica do Céu, minha adorável amiga, afinal temos dois ouvidos e uma boca rs. E gostei de receber tua iluminada visita. Carinho respeito e abraço.

      Excluir
  5. Hey! If you want to see a man from around the world SHIRTLESS. let's visit my blog in www.shirtlesslovers.blogspot.co.id

    Thank You,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thank you, e vou te visitar. Carinho respeito e abraço.

      Excluir