quinta-feira, 5 de setembro de 2019

CANTAREMOS O MEDO DOS DITADORES


Resultado de imagem para IPE AMARELO



Congresso Internacional do Medo

 
Provisoriamente não cantaremos o amor,
que se refugiou mais abaixo dos subterrâneos.
Cantaremos o medo, que esteriliza os abraços,
não cantaremos o ódio porque esse não existe,
existe apenas o medo, nosso pai e nosso companheiro,
o medo grande dos sertões, dos mares, dos desertos,
o medo dos soldados, o medo das mães, o medo das igrejas,
cantaremos o medo dos ditadores, o medo dos democratas,
cantaremos o medo da morte e o medo de depois da morte,
depois morreremos de medo
e sobre nossos túmulos nascerão flores amarelas e medrosas.

by Carlos Drummond
 de Andrade
Resultado de imagem para IPE AMARELO

Um comentário:

  1. Super atual, até parece que foi escrito ontem!
    Estamos vivendo tempos de trevas e isso vai passar.
    Um grande abraço, meu amigo.

    ResponderExcluir